Santos x Oeste

Santos x Oeste – Avaliação dos jogadores na vitória por 3 a 2 no Pacaembu, pelo Paulistão 2019

Peixe sofre, mas garante os três pontos no último minuto de jogo

Confira a avaliação dos jogadores do Santos FC, na vitória por 3 a 2 em cima do Oeste, no Pacaembu, pela 9ª rodada do Campeonato Paulista 2019.

Vanderlei – Evitou o terceiro gol ao ficar de frente com o atacante. Teve dificuldades com o pés.

Victor Ferraz – A análise não pode ser feita apenas pelo gol salvador, mas em um contexto geral. Suas ultrapassagens levam sempre perigo, inclusive resultando no gol do Derlis, mas tem imensa dificuldade na marcação, sendo o lado mais exposto do time. A impressão que fica, é que os adversários já sabem disso. Outro ponto a destacar, são suas reclamações excessivas com seus companheiros, mesmo quando é o próprio Ferraz que falha.

Gustavo Henrique – Bem pelo alto e tranquilho na saída jogo. Participou do primeiro gol santista.

Felipe Aguilar – Muita qualidade com a bola nos pés, além de seus desarmes serem sempre precisos. Precisa melhorar seu posicionamento nas bolas aéreas.

Felipe Jonatan – Boa estreia, não se intimidou e tomou conta da lateral-esquerda. No segundo tempo parece ter sentido o ritmo de jogo.

Jean Lucas – A primeira dor de cabeça boa para Sampaoli. Como encaixá-lo no time? É muita personalidade envolvida.

Yuri – Sem comentários.

Cueva Ainda se encaixando no esquema. Participativo, com movimentação e passes em profundidade, mas encontrou dificuldade com a forte marcação do Oeste.

Jean Mota Foi o responsável pelas bolas paradas.

Soteldo – Tentou as jogadas individuais, mas tomou as decisões erradas no último passe. Temos a sensação que é jogador de segundo tempo, para incendiar o jogo.

Derlis Gonzáles – Muita dedicação em campo, o que dá gosto de ver. Foi recompensado com um belo gol de primeira.


Carlos Sánchez – Mudou a história do jogo. Melhorou o desempenho do meio campo, fazendo com que a bola chegasse com mais qualidade aos atacantes.

Rodrygo – Entrou aceso e partiu pra cima, criando boas jogadas pela esquerda.

Felippe Cardoso – Pegou pouco na bola.


Jorge Sampaoli – Com a posse de bola, tem levado perigo, mesmo diante de fortes retrancas. O problema são os frequentes contra-ataques sofridos pelo Santos FC. Não são poucas as vezes que os adversários chegam na cara do Vanderlei.

Ajustando essa parte, e temos certeza de que será ajustada, o time de Sampaoli tem tudo para praticar o melhor futebol do Brasil.

Veja Também:

+ Jorge Sampaoli e a transformação dos jogadores dentro de campo
+ Comparar Pelé com qualquer outro jogador, beira a insanidade
+ Fique sócio do  Santos e ajude o clube a se tornar ainda mais forte

0 respostas

Deixe sua opinião!

Família Santista, a casa do verdadeiro santista.
Aqui o espaço é democrático!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *