Santos x Luverdense – Avaliação dos jogadores na vitória por 5 a 1 na Vila Belmiro pela Copa do Brasil

Time de Jair Ventura não faz mais do que a obrigação e goleia time da série C

Santos x Luverdense

Santos x Luverdense: Vila Belmiro, Copa do Brasil

Confira a avaliação dos jogadores, na goleada do Santos por 5 a 1 em cima do Luverdense, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na Vila Belmiro.

Vanderlei: Falhou no único gol do Luverdense, mas se redimiu no final do primeiro tempo em linda defesa quando ainda estava 1 a 1.

Victor Ferraz: Voltou bem. Fez ótima assistência no primeiro gol do Peixe e chegou com frequência na linha de fundo. Deve permanecer como titular.

Gustavo Henrique: Ótima atuação. Além de absoluto na zaga, levou perigo no ataque. Foi premiado marcando o segundo gol do Alvinegro.

Lucas Veríssimo: Bem postado na zaga, mas como de costume, errou passes simples na saída de bola.

Dodô: Voltou a atuar em alto estilo. Tranquilidade na defesa e boa postura ofensiva.

Alison: Além de proteger bem a zaga, foi boa opção no ataque. Poderia fazer isso com mais frequência, pois tem qualidade para o apoio. Foi substituído, esgotado.

Jean Mota: Não mudou muita coisa, a diferença é que o adversário era o limitado Luverdense.

Vitor Bueno: Se não tem bom desempenho contra um time de série C, vai ter contra quem?

Camisa do Santos - Loja Familia Santista

Rodrygo: Endiabrado, foi pra cima da zaga adversária. Flutuou com liberdade no ataque, sendo o responsável pelas principais jogadas de perigo.

Gabriel: Alternou o posicionamento entre ponta e centroavante. A boa movimentação deu resultado, com o hat-trick. Três gols para lavar a alma, sendo o maior artilheiro do Santos em Copa do Brasil, com 18 gols.

Sasha: Apesar de não ter feito o seu, abriu espaços e distribuiu bons passes. Voltou a atuar bem.

__

Arthur Gomes: Melhorou consideravelmente o dinamismo do time. Fez boas tabelas na ponta esquerda e uma assistência para gol. Por que não jogar com quatro atacantes?

Yuri: Substituiu o Alison e manteve a pegada no meio. Jogador para ser mais testado.

Yuri Alberto: É bom ver mais um Menino da Vila surgindo. Em seu primeiro toque na bola, marcou o quinto gol santista.

__

Jair Ventura: Não podemos nos empolgar, pois seu time não fez mais que obrigação. Mais uma vez saiu perdendo e teve que correr atrás do placar.

Que a postura ofensiva se mantenha também nos jogos grandes e fora de casa. O Santos teve 68% de posse de bola e 23 finalizações, bem diferente dos últimos jogos.

Não é difícil ser técnico do Peixe, basta escalar certo e fazer o time atacar, atacar e atacar.

__