Santos x Atlético-MG

Santos x Atlético-MG – Avaliação dos jogadores na derrota por 2 a 1 no Pacaembu pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2019

Peixe sofre a terceira eliminação da temporada no estádio paulistano

Confira a avaliação dos jogadores no jogo Santos x Atlético-MG que terminou com a derrota alvinegra por 2 a 1, no estádio do Pacaembu, pelas oitavas de final da copa do Brasil 2019.

Everson – Pelo menos agora acaba essa frescura de revezar goleiro. Vanderlei é titular e pronto.

Victor Ferraz – Enquanto for titular e capitão do Santos Futebol Clube, continuaremos vendo nossos rivais levantando taças. Este rapaz tem a cara do fracasso. Os adversários entram com “a faca nos dentes”, e ele distribuindo simpatia em campo.

Lucas Veríssimo – O clube perdeu a oportunidade de vendê-lo e ganhar uma boa grana. Agora fica aí, com um zagueiro estabanado, campeão em cometer faltas e que não acerta um passe na saída de bola.

Felipe Aguilar – Fazia partida regular, mas foi o escolhido para deixar o campo no intervalo.

Gustavo Henrique – Abriu o marcador em belo cabeceio no ângulo. Porém, foi um desastre no decorrer da partida. Deixou o atacante livre para marcar o gol de empate, repetiu a dose no lance do Ricardo Oliveira e pra fechar a noite desastrosa, vacilou no gol da virada atleticana.

Jorge – Jogador sem o menor compromisso com o futebol profissional. Joga como se estivesse num rachão entre amigos. Quer dar calcanhar na frente da área e dribles desnecessários na saída de jogo. Deixou uma avenida para os contra-ataques.

Jean Lucas Alterna boas e más jogadas. Às vezes chega com perigo no ataque, e às vezes se atrapalha com a bola. Falta-lhe maturidade.

Diego Pituca – Sumidinho. É outro sem poder de marcação. Deixou o meio campo do galo à vontade.

Loja Família Santista

Carlos Sánchez – Faz tempo que está devendo uma boa atuação, porém, tem sido escalado na ponta direita, matando seu futebol. Inclusive, quando atua no meio, participa bem mais do jogo.

Marinho – Um dos poucos destaques positivos. Começou a mil, indo pra cima e criando boas jogadas pela esquerda. Manteve a postura no segundo tempo, mas não conseguiu furar a defesa.

Uribe – Com dois laterais quase inúteis, ficou difícil o centroavante aproveitar algum cruzamento. Partida discreta.

Entraram no Segundo (Santos x Atlético-MG)

Jean Mota – E tinha torcedor chamando-o de Jean Messi. Piada né!

Soteldo – Melhorou o comportamento ofensivo do Santos FC, com boas jogadas individuais.

Eduardo Sasha – Não mudou muita coisa no comando do ataque.

Jorge Sampaoli

A crítica vai em cima do esquema tático, que só deu certo uma vez no ano, contra o Grêmio, na primeira rodada do Brasileirão. Já era pra ter abandonado esse sistema com três zagueiros. E, por ter um time que sofre contra-ataques constantes, não pode abrir mão de um volante de contenção como o Alison. Ninguém marca nesse meio campo.

Foi a terceira eliminação do argentino no comando do Peixe, ainda assim, tem nosso total apoio. São apenas cinco meses de trabalho, com jogadores chegando no decorrer desse tempo. A pausa da Copa América vai ser benéfica para o treinador.


Veja Também:

+ Santos Futebol Clube, a história mais gloriosa do futebol
+ Família Santista, a casa do verdadeiro santista
+ Ver mais notícias do Santos
+ Loja Família Santista, produtos de qualidade e preço acessível a todos
+ Fique sócio do  Santos e ajude o clube a se tornar ainda mais forte

0 respostas

Deixe sua Opinião!

O você achou desse Post?
Faça seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *