Santos x América-RN

Santos x América-RN – Avaliação dos jogadores na vitória por 4 a 0 no Pacaembu, pela Copa do Brasil 2019

Com muito toque de bola e intensidade, o Peixe goleia e avança no torneio nacional

Confira a avaliação dos jogadores do Santos FC, na vitória por 4 a 0 em cima do América-RN, no Pacaembu, pela 2ª fase da Copa do Brasil 2019.

Everson – Fez importante defesa quando o jogo ainda estava 2 a 0, mas no geral, pouco trabalhou.

Victor Ferraz – Fez poucas jogadas de linha de fundo, atuando mais centralizado, deixando o lado direito do ataque para Derlis e Soteldo.

Gustavo Henrique – Não fosse o cartão amarelo, tinha sido uma partida perfeita.

Felipe Aguilar – A cada partida se firma mais como titular. Sua bela atuação foi coroada com o quarto gol do Peixe.

Diego Pituca – Improvisado na lateral-esquerda, foi bem, inclusive fazendo o cruzamento para o gol que abriu o placar.

Alison – Recebeu um cartão amarelo logo no início da partida, em mais um daqueles carrinhos, mas se redimiu e fez muito bem a proteção na frente da zaga.

Jean Mota – Atuou como segundo volante, dando qualidade no toque de bola do meio campo. Marcou de peito o segundo gol do Peixe.

Carlos Sánchez Chegou com força no ataque, tendo pelo menos, quatro oportunidades claras de gol. Muita movimentação, dando dinâmica ao time.

Yeferson Soteldo Jogou como um verdadeiro ponta direita, infernizando a zaga do América-RN. Criou inúmeras jogadas de perigo e fez belas assistências. Bom jogo do venezuelano.

Rodrygo – Uma das melhores partidas do Menino da Vila. Teve liberdade para se movimentar no ataque, alternado jogadas pela ponta e pelo centro. Marcou, com categoria, o terceiro gol santista.

Derlis Gonzáles – Raça, velocidade e espírito de equipe definem o atacante paraguaio. Abriu o placar, com um gol de oportunismo e, sem desistir da jogada, participou do lance no gol de Jean Mota.


Wagner Leonardo – Manteve o bom desempenho da zaga.

Jean Lucas – Deu ainda mais qualidade no toque de bola do meio campo. Quase marcou, em belo arremate de fora da área.

Eduardo Sasha – Se marca aquele gol de bicicleta, merecia uma placa no Pacaembu.


Jorge Sampaoli – O Santos é um time paciente que, toca a bola até achar o momento certo de finalizar. Foram inúmeras as chances de gols na partida.

O Vitor Ferraz ficou mais pelo meio, deixando a direita para Derlis e Soteldo. Jean Mota atuou como segundo volante, enquanto o Sanchez ficou mais solto, chegando com frequência na área. Até os zagueiros tem liberdade para sair jogando e passar da linha do meio campo conduzindo a bola.

É muita variação que confunde a defesa adversária. Está dando gosto de ver.

Veja Também:

+ Jorge Sampaoli e a transformação dos jogadores dentro de campo
+ Comparar Pelé com qualquer outro jogador, beira a insanidade
+ Fique sócio do  Santos e ajude o clube a se tornar ainda mais forte

0 respostas

Deixe sua opinião!

Família Santista, a casa do verdadeiro santista.
Aqui o espaço é democrático!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *