Palmeiras x Santos

Palmeiras x Santos – Avaliação dos jogadores na goleada de 4 a 0 sofrida no Pacaembu pela 5ª rodada do Brasileirão 2019

Sampaoli escala o time com três zagueiros e três volantes e toma passeio na capital

Confira a avaliação dos jogadores do Santos FC, na derrota por 4 a 0 para o Palmeiras, no estádio do Pacaembu, pela quinta rodada do campeonato Brasileiro 2019.

Vanderlei – Nada pode fazer para evitar a goleada. Aliás, até evitou o pior.

Lucas Veríssimo – Mesmo sem cacoete para a posição, atuou como lateral-direito. Repetimos o que dissemos no jogo anterior, ele abusa das faltas e chega sempre afobado nos lances.

Felipe Aguilar – Noite ruim do bom e constante zagueiro do Peixe. Foi com o pé mole no gol do Deyverson e desviou a bola, matando o Vanderlei, no terceiro gol palmeirense.

Gustavo Henrique – Sofreu com a falta de combatividade do meio campo. Precisou correr atrás dos atacantes e chegou quase sempre atrasado.

Felipe Jonatan – Deixou uma avenida no seu setor. As principais jogadas do rival foram por ali.

Alison – Irreconhecível! Correu errado e deixou um buraco na entrada da área.

Jean Lucas Tentou sair para o jogo, mas encontrou dificuldade com a forte marcação. Falhou demais na parte defensiva.

Diego Pituca – Já comentamos anteriormente que, tanto o Pituca quanto o Sánchez são os termômetros do Santos FC. Quando vão mal, o time todo vai mal. Desligado, não subiu pra cabecear no primeiro gol, e perdeu a bola gerando o contra-ataque, do segundo.

Loja Família Santista
Camisa Santos Família Santista

Carlos Sánchez – Teve boa participação, se movimentando e buscando as melhores jogadas, mas seus companheiros não colaboraram. Acertou a trave em bela cobrança de falta.

Soteldo – Fez boas jogadas pela esquerda e levou perigo em algumas delas, mas insiste em segurar a bola demasiadamente. Perdeu um gol incrível na frente do goleiro.

Derlis González – Esqueceu o bom futebol há algum tempo.


Jean Mota – Depender de Jean Mota para fazer alguma coisa em jogo grande, é pedir demais.

Cueva – Queremos acreditar no seu futebol, mas está difícil.

Victor Ferraz – Tem gente que gosta e até o considera ídolo. Respeitamos…


Jorge Sampaoli – É a primeira vez que merece crítica por colocar um time tão desfigurado em campo. Nem as goleadas para Ituano e Botafogo-SP foram tão feias assim.

Colocar Lucas Veríssimo na lateral-direita foi aberração, assim como, jogar com três volantes e tomar sufoco o jogo inteiro. Às vezes o arroz com feijão fica melhor.

Bola pra frente, jogos assim machucam, mas também servem de lição para a sequência da temporada.

Veja Também:

+ Jorge Sampaoli e a transformação dos jogadores dentro de campo
+ Comparar Pelé com qualquer outro jogador, beira a insanidade
+ Fique sócio do  Santos e ajude o clube a se tornar ainda mais forte

0 respostas

Deixe sua Opinião!

O você achou desse Post?
Faça seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *