O técnico Cuca oficializa sua saída do Santos Futebol Clube: “Faço um pit stop”

O treinador comanda o Peixe nas duas últimas partidas do Brasileirão 

técnico Cuca

Técnico Cuca: Santos Futebol Clube

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé, o técnico Cuca oficializou sua saída do Santos Futebol Clube.

O treinador começou a coletiva explicando o motivo

Depois do jogo contra o Botafogo, um colega me perguntou se eu tinha um problema de saúde, me pegaram de surpresa, eu falei, falaram muitas coisas. Venho explicar um pouco do que acontecer para o pessoal que gosta de mim. Não tive um problema de coração, tive dois. Um na artéria principal e outro na secundária. Meu cardiologista pediu exame mais avançado e cateterismo e de que forma combater os dois problemas. São coisas naturais, infelizmente, para esse stress e a hereditariedade. Faço um pit stop para revisar o motor e depois volto para a corrida. A prioridade é melhorar para exercer a função novamente. Pude ver antes de ter problema maior graças à tomografia em Belo Horizonte. Dirijo o Santos contra Galo e Sport e depois penso na minha saúde. Não vou poder permanecer, infelizmente. Deixo caminho aberto para o Santos ganhar tempo e termos ano melhor em 2019. Fizemos o que era para fazer, fugimos do rebaixamento, arrancamos e depois tivemos uma caída. Jogadores fizeram o máximo que podiam. Perdas foram cruciais. Agradeço pela confiança e desejo sorte ao presidente no planejamento e na nova comissão técnica.

A possível chegada de Abel Braga

Pode vir, a terra é muito boa aqui para trabalhar. Mas a montagem tem que passar por ele. A hora de trabalhar o ano que vem é agora.

Renato como gerente de futebol

O Renato tem tudo para fazer um bom trabalho, porque ele tem todos os predicados que um diretor de futebol precisa. Cara limpa, caráter e conhecimento. Muitas vezes, eu já fui jogar em times por causa do treinador ou do diretor. Existem muitos caras assim. O Renato é um cara desses. O jogador pode vir pelo Renato. É importantíssimo isso. Tem tudo para dar certo, desde que ele tenha autonomia e possa fazer suas indicações, junto com o presidente e o treinador. Tem tudo para ser brilhante como foi até agora na carreira. Essas pessoas, como o Renato e o Zé Roberto, não podem deixar o futebol.

 

“Quando cheguei, vi um monte de gente falando para esquecer Libertadores, que o Santos nunca tinha caído. Fomos eliminados de uma forma estranha na Libertadores e de certa forma até injusta contra o Cruzeiro. Poderíamos ter ido adiante. O que fizemos de arrancada nos deu aquele sonho de chegar mais alto. Hoje vamos chegar em sétimo, oitavo, nono, a gente não sabe. Mas de uma forma assim eu pago a dívida que tenho com o Santos. Mas ainda quero voltar”.

Veja também:
+ A análise dos jogadores do Santos nesta temporada
+ Ingressos a venda para Santos e Atlético-MG na Vila Belmiro
+ Fique sócio do Peixe e ajude o clube a se tornar ainda mais forte

Qual posição o Santos FC precisa contratar

O maior reforço do Santos é manter quem está. Tem muito jogador para sair. Gabriel, Dodô. Tem proposta para o Veríssimo, Gustavo Henrique, Bruno Henrique. Se perde, tem que buscar jogadores desse porte para pelo menos empatar com o que tem, e já não é suficiente.

Maior alegria e maior decepção nesta passagem pelo clube

Fiquei triste pelos jogos contra a Chape e o América. Os outros nós jogamos de igual pra igual e até melhor. Tivemos o recorde do Vanderlei que ficou alguns jogos sem levar gols. Eu esperava terminar em sexto lugar.

O Santos FC busca por um técnico cascudo, assim como Cuca, e Abel Braga é nome forte na Vila Belmiro.

0 respostas

Deixe sua opinião!

Família Santista, a casa do verdadeiro santista.
Aqui o espaço é democrático!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *