O Santos FC é o clube com as maiores negociações de jogadores do futebol brasileiro

Rodrygo é a bola da vez e o Peixe espera arrecadar 40 milhões de euros com a venda para o Real Madrid

Santos FC

Santos FC: Fábrica de Craques

Não é de hoje que o Santos FC faz bons negócios com a venda de jogadores para o exterior.

Em 1996, o craque Giovanni foi vendido para o Barcelona por US$ 7,73 milhões, a maior negociação, até então, do futebol brasileiro.

De lá para cá são inúmeras as vendas de atletas com cifras consideráveis, em especial com os Meninos da Vila.

Entre as dez maiores transações do Brasil, o Santos FC é dono de quatro, caso se confirme a venda do Rodrygo para o Real Madrid.

  • Neymar (Santos para Barcelona, 2013): 88,4 milhões de euros (R$ 322 mi) – 23,5 milhões de euros para o Peixe;
  • Rodrygo (Santos para Real Madrid, 2018): 45 milhões de euros (R$ 195 mi) – 40 milhões de euros para o Peixe;
  • Robinho (Santos para Real Madrid, 2005): 50 milhões de dólares (R$ 150 milhões) – 30 milhões de dólares para o Peixe;
  • Gabriel (Santos para Inter de Milão, 2016): 27 milhões de euros (R$ 98,81 milhões) – 18 milhões de euros para o Peixe.

Camisa do Santos – Família Santista

Sem contar as transferências de menor expressão, mas que também renderam muito aos cofres do Santos FC: Diego, Rafael Cabral, Felipe Anderson, Elano, Léo, Alex, Ganso, Thiago Maia, Alex Sandro, Danilo, entre tantos outros.

Fica a pergunta: “Onde foi parar tanto dinheiro?”

Vale lembrar que nenhum centavo dessa grana toda passou pelas mãos do atual presidente José Carlos Peres, porém vamos ficar de olho como será investido o dinheiro das vendas de Rodrygo e Lucas Veríssimo.

Se o Santos FC fosse gerido ( por todos os presidentes que passaram ) de forma profissional e transparente, hoje estaríamos vivenciando uma realidade completamente diferente.