Não tem um “Camisa 10”? Então vamos com o que temos

O presidente não cumpriu a promessa, mas nem por isso vamos ficar lamentando

Camisa 10

Camisa 10 – Santos Futebol Clube

No começo do ano, José Carlos Peres, prometeu à torcida um “Camisa 10”. Passados três meses isso ainda não aconteceu. A busca foi incessante, porém, nada de um armador até agora.

O argentino Lucas Zelarayán foi o mais cogitado para a posição, mas sem sucesso. Outro nome ventilado na Vila Belmiro foi o de Paulo Henrique Ganso.

Mas e aí, até quando o torcedor vai ficar lamentando a ausência de um “Camisa 10”? Por que não apoiar os que estão no elenco e valorizar os que vestem o Manto Sagrado? Talvez a solução esteja dentro da própria Vila Belmiro.

É verdade que Jair Ventura já deu inúmeras oportunidades e ninguém aproveitou. Jean Mota, Diogo Vitor, Léo Cittadini, Emiliano Vecchio e Vitor Bueno já exerceram a função e não agradaram.

O esquema que chegou mais próximo e deu um bom resultado, vai ser o mesmo que o treinador utilizará na estreia do Brasileirão, com quatro atacantes. Neste caso, Rodrygo jogará atrás dos atacantes, sendo o responsável pela distribuição das jogadas, alternado a posição com o trio de ataque. Quem sabe não dá certo e pode virar o sistema de jogo em 2018?

Hoje o Santos conta com cinco bons atacantes e porque não achar um lugar para todos no time titular? Ou, pelo menos para um quarteto ofensivo.

Nós acreditamos no trabalho de Jair Ventura e não vamos ficar reclamando da falta de reforços, mas apoiar os que estão se empenhando para levar o Santos aos objetivos da temporada.

O Santos estreia neste sábado (14), às 21h, contra o Ceará, no Pacaembu, pelo Brasileirão 2018.

__

Camisa do Santos - Loja Família Santista