Atlético-GO x Santos

Atlético-GO x Santos – Avaliação dos jogadores na derrota por 1 a 0 em Goiânia, pela Copa do Brasil 2019

Peixe cria chances no primeiro tempo, mas tem jogo prejudicado após expulsão de Gustavo Henrique

Confira a avaliação dos jogadores do Santos FC, na derrota por 1 a 0 para o Atlético-GO, em Goiânia, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil 2019.

Everson – Partida segura. Talvez pudesse ter saído na bola cruzada para o gol do Atlético-GO.

Victor Ferraz – Sabe aquele jogador que não acrescenta mais nada em um time de futebol? Este jogador é o Victor Ferraz. Não ataca, não defende, não produz nada de positivo. E mais uma vez o lance do gol adversário teve início pelo seu lado.

Lucas Veríssimo – Não transmite confiança, pode ser pela falta de ritmo.

Gustavo Henrique – O Peixe fazia bom jogo até sua expulsão. Conclusão: tem grande responsabilidade na derrota. Às vezes falta inteligência para alguns atletas.

Jorge – O melhor em campo. Agora temos dois laterais-esquerdo, um titular absoluto e outro para compor o elenco. De negativo, deixou espaços para o contra-ataque, inclusive no gol.

Yuri – Deixou o torcedor com uma pulga atrás da orelha ao entrar de titular, mas fez o arroz com feijão e, dessa vez, teve atuação regular.

Jean Lucas – Começou desligado, errando muitos passes, mas melhorou ao decorrer da partida. Foi bastante acionado na saída de jogo.

Cueva – Buscou o jogo, mas não rendeu o suficiente para levar o time ao ataque. Perdeu grande chance na metade da primeira etapa.

Soteldo Fez boas jogadas pela ponta-esquerda, mas segurou demasiadamente a bola, prejudicando alguns lances no setor ofensivo.

Rodrygo – Boa movimentação pela direita, levando perigo nos lances individuais. Erradamente, foi o escolhido para deixar o campo com a entrada do Alison.

Eduardo Sasha – Muita vontade, pouca técnica. Perdeu um gol à la Nilson, que poderia ter mudado a história do jogo.


Luiz Felipe – Vai fazer besteira até quando?

Alison – Manteve a marcação na entrada da área mas, com um jogador a menos, ficou difícil segurar os contra-ataques atleticano.

Derlis Ganzález – Pouco tempo em campo, não deu para mudar muita coisa na partida.


Jorge Sampaoli – Suas escolhas foram precipitadas nos dois últimos jogos. Em Itaquera, começou com Cueva deixando Rodrygo no banco, além de isolar o Carlos Sánchez na ponta-direita, matando o futebol do uruguaio.

Em Goiânia, escalou um time alternativo, até aí tudo bem, mas errou ao manter o peruano e tirar o Rodrygo após expulsão do Gustavo Henrique, já que, o Menino da Vila estava bem no jogo. Isso fez muita diferença no decorrer do segundo tempo.

Erros que podem ser revertidos nas duas decisões da semana que vem e, mais do que nunca, continuamos FECHADOS COM SAMPAOLI.

Veja Também:

+ Jorge Sampaoli e a transformação dos jogadores dentro de campo
+ Comparar Pelé com qualquer outro jogador, beira a insanidade
+ Fique sócio do  Santos e ajude o clube a se tornar ainda mais forte

1 responder
  1. Anthony Vlad
    Anthony Vlad says:

    Até quando vai continuar errando, dando privilégio aos estrangeiros. O Santos está próximo de uma eliminação dupla em apenas uma semana. Abre o olho técnico fanfarrão, sua batata está assando .
    #táfalado

    Responder

Deixe sua Opinião!

O você achou desse Post?
Faça seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *